domingo, 29 de janeiro de 2012

29/01/2012 - CORINTHIANS 1 x 0 LINENSE - 3ª Rodada - Campeonato Paulista


Emerson estufou a rede do Linense e garantiu vitória do Corinthians em jogo apertadoFoto: Fernando Borges/Terra

O Corinthians segue 100% no Campeonato Paulista: neste domingo, com gol de Emerson e polêmica arbitragem de Marcelo Rogério, os corintianos bateram o Linense por 1 a 0, no domingo, e venceram o terceiro de três jogos do Estadual na temporada. A equipe do treinador Tite divide a liderança do torneio junto do São Paulo, ambos com nove pontos.

O início da partida na capital paulista passou a ideia de que o Corinthians teria vida fácil. Com gols perdidos em atacado, o time da casa por pouco não ficou atrás do placar quando o grandalhão zagueiro Fabão, de 2,04 m, fez gol anulado pelo juiz. A jogada, aparentemente, foi legal. O jogo ficou truncado e só se resolveu em finalização iluminada de Emerson, já aos 34min do segundo tempo.

A vitória sai dos pés de Emerson

O Corinthians iniciou a partida contra o Linense com volume de jogo e intensidade, mas esbarrou em finalizações ruins. Com os mesmos titulares da vitória contra o Guaratinguetá, na quarta-feira, Tite dispôs o time em seu habitual 4-2-3-1. Na etapa inicial, Danilo, aberto à direita, arquitetou as melhores jogadas em conjunto com Alex, armador central.

Já aos 3min, Alex escapou em velocidade, recebeu lançamento, matou no peito e foi travado diante do goleiro. Espero no rebote, Liedson chegou a tempo mas, para desequilibrado, finalizar para fora. Logo em seguida, aos 7min, Alex cobrou falta perigosa, mas foi parado por Douglas.

Com bom volume de jogo, o Corinthians dava a impressão de que abrir o marcador era questão de tempo. Emerson apareceu pela direita e finalizou forte, mas também ficou na defesa de Douglas. A equipe corintiana, que ainda reclamava pênalti inexistente em Fábio Santos, só não foi vazada graças a uma marcação polêmica do árbitro Marcelo Rogério.

Aos 37min da etapa inicial, o grandalhão Fabão escorou bola cruzada de escanteio pela esquerda e superou Júlio César. A arbitragem, entretanto, invalidou o lance porque o zagueiro, que tem 2,04 m de altura, teria subido se apoiando no meia Danilo.

O Corinthians voltou igual para o segundo tempo e, embora mostrasse certo controle do jogo atrás da vantagem no placar, era ameaçado. A melhor chance da partida em seu reinício veio com Diego Macedo. Ex-Atlético-MG, o ala escapou pela direita e finalizou com violência para Júlio César fazer sua primeira intervenção da partida.

Com Jorge Henrique no lugar de Danilo, o Corinthians tentou mais força pelos lados do campo e criou mais oportunidades a partir dos 20min. Alex, em finalização por cobertura, Emerson e Jorge Henrique também desperdiçaram boas situações de gol.

Insistente, o Corinthians enfim acertou o pé aos 34min. Quando o empate já parecia bem possível, Emerson pegou bola solta na área e teve rara felicidade em finalização de sem pulo, na grande área. Douglas mal viu a bola passar entre ele e a trave para morrer no fundo da rede. Foi o último lance de perigo no Pacaembu e decisivo para manter os corintianos na liderança ao lado do São Paulo.


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 LINENSE


CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo (Jorge Henrique) e Alex; Emerson (Vitor Júnior) e Liedson (Elton)
Técnico: Tite

LINENSE: Douglas; Fabão, Bruno Quadros e Anderson; Diego Macedo, Makelelê, Elias, Éder e Alexandre Silva (Bruno Farias); Lenílson (João Henrique) e Chimba (Neto)
Técnico: Pintado

Árbitro: Marcelo Rogério (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)

Gols: CORINTHIANS: Emerson, aos 34 minutos do segundo tempo.

Assistentes adicionais: Camilo Morais Zarpelão e Adriano de Assis Miranda (ambos de SP)

Cartões Amarelos: Anderson, Diego Macedo, Bruno Quadros e Fabão (Linense); Elton (Corinthians)

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público: 16.510 no total
Renda: R$ 461.185,50

Fonte: Terra

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Próximo Jogo

Corinthians x Linense
Competição: Campeonato Paulista
Data: 29.01.2012 às 17h00
Local: Estádio do Pacaembu (São Paulo-SP)

 

FONTE: TIMÃO WEB

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Guaratinguetá 0x2 Corinthians - Melhores Momentos - Paulistão 2012

25/01/2012 - GUARATINGUETÁ 0 x 2 CORINTHIANS - 2ª Rodada - CAMPEONATO PAULISTA

Os dois jogadores com mais partidas disputadas pelo Corinthians no atual elenco da equipe garantiram a segunda vitória da equipe no Paulistão. Chicão, com 193 jogos, e Alessandro, com 170, marcaram os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Guaratinguetá, fora de casa, na noite desta quarta-feira. A equipe se igualou ao São Paulo e ao Paulista de Jundiaí, que também venceram seus dois primeiros jogos.

 

 

Chicão abraça Leandro Castán depois de anotar o primeiro gol da vitória do Corinthians sobre o Guaratinguetá
Foto: Tom Dib/Agência Lance

 

Com a vitória, construída de forma tranquila, com os dois gols marcados no primeiro tempo, o Corinthians apagou um pouco a má impressão deixada nas suas duas últimas partidas: derrota para a Portuguesa, em amistoso, e vitória suada contra o Mirassol, na estreia do Estadual. Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Linense, domingo às 17h, no Pacaembu.

 

Já o Guaratinguetá, que fez seu primeiro jogo no Estádio Dario Leite depois que a equipe voltou à cidade - na temporada de 2011 o time ficou sediado em Americana - ainda não pontuou neste Paulistão. A equipe treinada por Roberto Fernandes também perdeu na estreia: 3 a 0 para o Ituano. A equipe do Vale do Paraíba tentará somar seus primeiros pontos no sábado, quando visita a Portuguesa no Canindé.

 

O jogo

 

Tite fez duas alterações em relação ao time que venceu o Mirassol na estreia do Paulistão. Saíram Paulo André e Willian. Entraram Chicão e Danilo. A ideia era resgatar uma das formações que a equipe utilizou ao longo do Campeonato Brasileiro. E no primeiro tempo, mesmo não tendo criado chances muito claras, a equipe foi melhor.

 

Em um péssimo gramado, as duas equipes tiveram dificuldades para tocar a bola. Assim, as principais jogadas de perigo nasceram em lances de bola parada. O Guaratinguetá assustou o Corinthians em dois escanteios seguidos, mas Julio Cesar, seguro, afastou o perigo.

 

O Corinthians, principalmente com os laterais Alessandro e Fábio Santos, se movimentou bem no ataque e por ali controlou as ações. O Guará não conseguia chegar, parando sempre na marcação dos volantes Ralf e Paulinho.

 

Melhor, o Corinthians chegou ao primeiro gol após jogada irregular. Alex levantou bola na área e Leandro Castán cabeceou para defesa de Jaílson. O goleiro espalmou para frente e Liedson, impedido, tocou para Chicão abrir o placar. Foi o 39º gol do zagueiro pelo clube. O capitão estava relegado à reserva e ganhou nova chance depois que Paulo André, fora de forma, e Wallace, contundido, não puderam atuar.

 

O gol de Chicão confirmou a situação confortável do Corinthians e o time da casa pouco criou até o final do primeiro tempo. O Guará ainda viu o Corinthians ampliar sua vantagem após jogada individual de Alessandro que passou por três adversários antes de tocar no direito de Jaílson, aos 41 minutos. "É difíci eu fazer gol então eu tenho que comemorar muito", disse Alessandro, agora com 5 gols pelo clube. Ele não marcava desde 6 de fevereiro do ano passado. Na oportunidade ele marcou o gol da vitória no clássico contra o Palmeiras no Pacaembu.

 

Na volta do intervalo, Tite manteve a equipe que iniciou o jogo. O Guará tentou agredir mais, mas bem postado na defesa, o Corinthians se segurou bem. Julio Cesar, mais uma vez, evitou qualquer pretensão de diminuir o placar por parte do time mandante.

 

O treinador corintiano fez as três substituições pensando em poupar os atletas que mais se desgastaram ao longo da jornada. Sacou Danilo, Alex e Emerson. Entraram Willian, Jorge Henrique e Ramírez. Com fôlego renovado, o Corinthians não correu mais riscos e segurou o placar até o apito final.

 

FICHA TÉCNICA - GUARATINGUETÁ 0 x 2 CORINTHIANS

 

Local: Estádio Prof. Dario Leite, em Guaratinguetá (SP)

 

Data: 25 de janeiro de 2012, quarta-feira

 

Horário: 22h (de Brasília)

 

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

 

Auxiliares: Marco Antonio de Andrade Motta Junior (SP) e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva (SP)

 

Renda: R$ 417.480,00

 

Público: 11.003 pagantes

 

Cartões amarelos: Leandro Silva, Marcinho (GUA); Danilo, Willian (COR)

Gols: Chicão aos 26 e Alessandro aos 41 minutos do 1º tempo.

 

GUARATINGUETÁ: Jaílson; Leandro Silva (Pio), Walter, Vágner e Éverton Hora; Vanderson, Daniel, Gercimar e Marcinho; Nenê e Charles (Lúcio Flávio). Técnico: Roberto Fernandes.

 

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex (Ramírez) e Danilo (Jorge Henrique); Emerson (Willian) e Liedson. Técnico: Tite.

 

Fonte: Marca -  As informações são do repórter Bruno Winckler, do iG

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Corinthians 3 x 0 Juventus - Copa SP 2012

Corinthians 1 x 0 Goiás (completo) - Copa São Paulo de Futebol Júnior (C...

Corinthians 9 x 0 Santos-PB, gols pela Copa SP de Futebol Júnior 2012

A campanha do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2012 (jogo 6)

A campanha do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2012 (jogo...

Poropopopopopo em HD (720)

Bando de Louco SENSACIONAL

Os gols de Corinthians 2 x 1 Fluminense pela final da Copa São Paulo de ...

CORINTHIANS CAMPEÂO DA COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR

Narciso festeja título da Copinha: ‘foi do jeito que o corintiano gosta’

Treinador revelou tensão no banco de reservas e comemorou o oitavo título do Timão na competição.

Por Gustavo Serbonchini e Marcos GuerraSão Paulo

 

Narciso, técnico do Corinthians, na final da Copa SP
(Foto: Marcos Ribolli / GLOBOESPORTE.COM)

 

O gol do título só saiu aos 44 minutos do segundo tempo. Depois de sair atrás no placar na final da Copa São Paulo, o Corinthians conseguiu a virada sobre o Fluminense e conquistou o oitavo título da competição. Título com a cara do Corinthians. Foi assim que o treinador Narciso definiu a conquista.

 

- Foi do jeito que o corintiano gosta. Nós, que ficamos no banco de reservas, sofremos muito, mas por tudo que os garotos fizeram ao longo da competição, mereciam muito esse título – avaliou.

O Corinthians conquistou seu oitavo título da competição de forma invicta. Na final contra o Flu, aliás, foi a primeira vez que o Timão saiu atrás no placar.

 

- É complicado sair atrás, foi a primeira vez que isso aconteceu, mas tivemos garra para conseguir a virada – comentou Douglas, artilheiro da equipe na competição com cinco gols.
 

FONTE: GLOBOESPORTE.COM

25/01/2012 - CORINTHIANS 2 X 1 FLUMINENSE - COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR

 Fotos

Capitão corintiano, zagueiro Antônio Carlos marcou os dois gols do título da Copa São Paulo
Foto: Fernando Borges /Terra

 

DASSLER MARQUES

Direto de São Paulo

O Corinthians coroou a campanha espetacular na Copa São Paulo de 2012 conquistando o título da competição nesta quarta-feira, data do aniversário da cidade de São Paulo. Com sofrimento, a equipe do técnico Narciso superou um duro adversário, o Fluminense, de virada, por 2 a 1. O herói da conquista foi o zagueiro e capitão Antônio Carlos, que marcou dois gols de cabeça para sacramentar o triunfo. O centroavante Michael havia aberto o placar para os cariocas.

O título com um Pacaembu lotado de corintianos aumentou a hegemonia alvinegra na principal competição de categorias de base do Brasil. A equipe do Parque São Jorge chegou à oitava conquista na história do torneio, além de somar sete vice-campeonatos. O Fluminense, com cinco títulos e um vice, levantou o troféu pela última vez em 1989.

O Corinthians não jogou bem no primeiro tempo, apesar de ter dominado a posse de bola, e viu o Fluminense levar muito perigo com contra-ataques. O atacante tricolor Marcos Junio, atuando nas costas do lateral esquerdo Denner, perdeu quatro chances claras de gol antes do intervalo. Na segunda etapa, o time carioca seguiu perigoso, mas os paulistas equilibraram as ações na base da raça, e chegaram à virada com dois gols de bola parada.

 

O jogo

As equipes vieram sem grandes surpresas nas escalações, com exceção da confirmação de Michael, que era dúvida no Fluminense e havia ficado de fora da semifinal. O jogo começou com muita correria e nervosismo, principalmente do Corinthians: aos 4min, após bola comprida espirrada da defesa tricolor, o zagueiro alvinegro Marquinhos falhou e deixou Marcos Junio sair de frente com o goleiro Matheus. O chute, porém, foi em cima do camisa 1 corintiano.

A resposta do time paulista veio aos 6min, com chute forte do lateral direito Cristiano, que o goleiro Silézio espalmou. O Corinthians passou a dominar a posse de bola e trocar passes no meio, mas o Fluminense era bem mais perigoso nos contra-ataques. Após boa chance alvinegra aos 15min, em cabeçada do centroavante Douglas para fora, os cariocas aceleraram no contragolpe e Marcos Junio perdeu nova chance ao tentar encobrir Matheus.

Nervosos, os garotos do Corinthians erravam jogadas e proporcionavam ao Fluminense a chance de contra-atacar, com o camisa 10 Eduardo puxando as ações. Aos 21min, Marcos Junio cabeceou por cima do gol após troca rápida de passes pela esquerda; dois minutos depois, novamente o atacante do time tricolor perdeu ótima chance, após receber passe certeiro de Eduardo e bater cruzado, errando o alvo.

A equipe do Parque São Jorge só voltou a assustar aos 27min, em jogada individual de Leonardo, que avançou pela esquerda e bateu para fora. Pelo lado do Fluminense, Eduardo era o destaque: aos 31min, ele arriscou de longe e Matheus defendeu no meio do gol. Marcando mal à frente da área, o Corinthians permitia a chegada dos meio-campistas do Flu: com 33min e 45min, Higor bateu bem duas vezes de fora, para duas ótimas defesas do camisa 1 alvinegro.

Melhor durante a primeira etapa, o Fluminense enfim abriu o placar aos 4min do segundo tempo. Após cruzamento da direita, o goleiro Matheus saiu mal e perdeu dividida no alto com Michael; a bola sobrou para o próprio centroavante do time carioca, que só teve o trabalho de completar para as redes e inaugurar o marcador.

Tentando avançar o time, o Corinthians quase sofreu o segundo gol aos 7min: Michael cabeceou firme e Michael fez excelente defesa. O panorama da partida não mudou após o 1 a 0, e o Fluminense seguia explorando os espaços deixados pelos paulistas para contragolpear em velocidade. Aos 17min, Marcos Junio arrancou livre pela direita e cruzou na medida para Higor, mas Marquinhos salvou a equipe alvinegra e mandou para escanteio.

Vivendo mau momento, o time de Narciso tentou pressionar com a entrada do atacante Leandro no lugar do lateral Cristiano, e conseguiu chegar ao empate na bola parada. Aos 21min, após cobrança de escanteio da esquerda, o zagueiro e capitão Antônio Carlos subiu no meio da área do Fluminense e cabeceou firme; o goleiro Silézio não conseguiu defender.

Antônio Carlos quase virou a partida aos 28min após cobrança de falta de Matheuzinho, mas a cabeçada do zagueiro corintiano errou o alvo. O Fluminense respondeu aos 31min com novo chute de fora da área de Igor Julião; a bola quicou em um morrinho e quase encobriu Matheus, mas o goleiro se esticou para espalmar.

Machucado, Matheus deu lugar ao reserva Ravi no gol corintiano aos 33min e mostrou segurança na primeira vez em que foi exigido, em batida de falta de Higor. O Corinthians melhorou nos últimos minutos, e a torcida alvinegra se levantou aos 39min: Leandro pedalou pela esquerda e cruzou rasteiro para Wesley, que desviou por cima do travessão.

O gol do título veio quase da mesma forma que o de empate: desta, vez, o escanteio foi batido da direita, mas Antônio Carlos novamente subiu mais que toda a defesa do Fluminense no meio da área e cabeceou com força para as redes. O time tricolor, que já tentava gastar o tempo para chegar à disputa de pênaltis, se atirou para frente nos instantes finais, mas não conseguiu balançar a rede de novo.

 

FICHA TÉCNICA

 

Corinthians 2 x 1 Fluminense

 

Gols
Corinthians:
 Antônio Carlos, aos 21min e aos 42min do 2º tempo
Fluminense:
 Michael, aos 4min do 2º tempo

 

Corinthians
Matheus (Ravi); Cristiano (Leandro), Antônio Carlos, Marquinhos e Denner; Gomes e Anderson; Giovanni (Wesley), Matheuzinho e Leonardo; Douglas. Técnico: Narciso

 

Fluminense
Silézio; Fabinho, Wellington, Léo Lelis e Ronan; William (Rafael Assis), Rafinha, Higor e Eduardo (Fernando); Michael (Igor Julião) e Marcos Júnior. Técnico: Marcelo Veiga

 

Cartões amarelos 
Corinthians:
 Anderson, Gomes e Leonardo
Fluminense:
 William, Silézio e Fabinho

 

Árbitro 
Luiz Flávio de Oliveira (SP)

 

Local 
Estádio do Pacaembu, São Paulo (SP)

 

Público
34.303 pagantes

 

Renda
R$ 430.460,00

 

Fonte: Terra Esporte

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Próximo Jogo

Guaratinguetá x Corinthians
Competição: Campeonato Paulista
Data: 25.01.2012 às 22h00
Local: Estádio Dario Leite (Guaratinguetá-SP)

 

FONTE: TIMÃO WEB

Estréia com vitória - Campeonato Paranaense 2012

Com goleada, o SCCPR estreou vencendo no Campeonato Paranaense 2012. Os gols do time de Leandro Niehues foram marcados por Gustavo, aos 20 minutos do primeiro tempo e na etapa final marcaram Andrezinho, Vitor Junior e Bruno Batata."É sempre importante começar com uma vitória na estreia" resumiu o diretor de esporte Rui Wisniewski.

O Timãozinho joga na próxima quarta às 19h30 contra o Coritiba no Couto Pereira.

Foto: Eduardo Bispo / Redação em Campo.

Parceria do Corinthians com Santa Fé da Argentina

sábado, 21 de janeiro de 2012

MELHORES MOMENTOS - Corinthians 2 x 1 Mirassol - Paulistão 21/01/2012

21/1/2012 - Copa São Paulo de Futebol Junior

Os 6 gols mais bonitos do corinthians nos últimos 9 anos.

21/01/2012 - CORINTHIANS 2 X 1 MIRASSOL - 1ª RODADA DO CAMPEONATO PAULISTA

Elton comemora primeiro gol do Corinthians contra o Mirassol
Foto: Mauro Horita/Terra

A primeira partida oficial do Corinthians na temporada 2012 não contou com grande futebol, mas teve uma virada obtida nos minutos finais. Neste sábado, no Estádio do Pacaembu, a equipe alvinegra derrotou o Mirassol por 2 a 1 em sua estreia do Campeonato Paulista. A igualdade veio no segundo tempo com gol do estreante Elton quando o adversário tinha um jogador a menos, e Dezinho, contra, deu números finais ao jogo.

O Corinthians versão 2012 de Tite manteve a base campeã brasileira, com algumas mudanças táticas. Danilo ficou como opção no banco, e Willian e Emerson formaram o trio ofensivo com Liedson, o centroavante da equipe. Os dois voltavam para auxiliar no meio de campo, deixando o Corinthians em um 4-2-3-1.

Com um primeiro tempo apático em que Xuxa deixou o Mirassol em vantagem, Tite foi arrojado depois do intervalo, em especial depois que Alex Silva foi expulso. O treinador sacou o lateral Alessandro e o zagueiro Paulo André para lançar o meia Danilo e o atacante Elton, ex-Vasco. E o centroavante iniciou a reação o gosto da derrota no primeiro jogo do Paulista.

O jogo

O Corinthians começou a partida em um ritmo calmo, e viu o Mirassol criar as primeiras oportunidades de perigo. Aos 9min, Eric tocou para Malaquias, que chutou forte para a defesa de Júlio César. Três minutos depois, Eric foi lançado e cruzou na área. Esley surgiu em chance clara de finalização, mas errou o arremate e foi desarmado.

O time da casa conseguiu sua primeira chance de gol aos 24min, em cruzamento de Willian para Paulinho na área, mas o volante não conseguiu finalizar e ainda viu a arbitragem anular o lance por impedimento. Se o Corinthians tinha dificuldades em arrematar, o Mirassol fez seu gol. Aos 28min, Esley cruzou pela direita e Xuxa cabeceou para o fundo das redes.

O primeiro tempo seguiu em ritmo tranquilo, com o Corinthians continuando a ter problemas para armar jogadas. A defesa do Mirassol se postava bem, dando poucos espaços aos anfitriões, e o resultado se manteve até o intervalo.

No retorno para a etapa complementar, agora sob chuva, o Corinthians voltou com uma mudança: Jorge Henrique substituiu Willian. Nos primeiros minutos, o Mirassol conseguiu dar trabalho a Júlio César, que deixou o gol em duas oportunidades para evitar ataques adversários. Já o time da casa ameaçou aos 6min, em falta cobrada por Alex que o goleiro Fernando Leal espalmou.

O Corinthians só voltou a ter boa chance de gol aos 16min, quando Emerson foi lançado na área e viu seu chute ser defendido precisamente por Fernando Leal. Vendo que a situação não lhe era positiva, Tite mudou novamente, e sacou Alessandro para a entrada de Danilo. Dali em diante o que se veria era uma forte pressão alvinegra em busca do empate.

A situação para o Corinthians ficou ainda melhor a partir dos 23min, quando Alex Silva cometeu falta em Liedson e recebeu o segundo cartão amarelo. E Tite fez aposta ousada, sacando o zagueiro Paulo André para entrar o atacante estreante Elton. Três minutos depois, o centroavante aproveitou sobra na entrada da área e bateu forte para empatar.

Os minutos finais da partida tornaram-se um treino de ataque contra defesa. Enquanto o Mirassol se fixava em sua área, o Corinthians buscava meios de invadi-la, como troca de passes e bolas aéreas. Mas foi em contra-ataque que veio a virada. Aos 43min, Alex invadiu a área, cruzou e Dezinho completou para o próprio gol.

 

Ficha técnica

CORINTHIANS 2 x 1 MIRASSOL

 

Gols
CORINTHIANS:
Elton, aos 30min do 2º tempo, e Dezinho (contra), aos 43min
MIRASSOL:
Xuxa, aos 28mindo 1º tempo

 

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro (Danilo), Paulo André (Elton), Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Willian (Jorge Henrique), Alex e Emerson; Liedson
Treinador: Tite

 

MIRASSOL: Fernando Leal; Eric, Matheus Ferraz, Dezinho e Márcio Careca; Alex Silva, Sérgio Manoel, Gilsinho (Luciano Sorriso) e Xuxa; Malaquias (Acleisson) e Esley (William)
Treinador: Ivan Baitello

 

Cartões amarelos
CORINTHIANS: Paulinho e Willian
MIRASSOL: Alex Silva e Malaquias

 

Cartões vermelhos
MIRASSOL: Alex Silva

 

Árbitro 
Márcio Henrique de Gois (SP)

 

Local 
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

 

FONTE:  TERRA

 

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Próximo Jogo

Corinthians x Mirassol
Competição: Campeonato Paulista
Data: 21.01.2012 às 17h00
Local: Estádio do Pacaembu (São Paulo-SP)

 

Fonte: TimãoWeb

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Camisa do Corinthians é eleita a mais bonita do mundo de 2011

Mais um título para o Timão em 2011! No concurso Camisa de Futebol do Ano, promovido pelo site britânico Subside Sports, a terceira camisa corinthiana foi eleita a mais bonita do ano passado. Na disputa havia uniformes de times do mundo todo, inclusive de seleções. O manto do clube paulista era o único representante brasileiro na votação.

 

Com 32% dos votos, a camisa grená com o desenho de São Jorge, o padroeiro do Corinthians, foi a grande vencedora do concurso. Confira abaixo a lista das 10 camisas de time mais bonitas do mundo:

 

1° Corinthians (camisa 3) - 32%

2° B. Dortmund (camisa derby) - 15%

3° River Plate (camisa 2) - 13%

4° Peru (camisa 1) - 11%

5° Benfica (camisa 2) - 9%

6° França (camisa 2) - 3%

7° B. Dortmund (camisa 2) - 2,7%

8° Suécia (camisa 2) - 2,4%

9° Milan (camisa 1) - 1,6%

10° Gana (camisa 2) - 1,4%

Melhores Momentos - Corinthians 0 x 1 Portuguesa - Amistoso 18/01/2012

18/01/2012 - CORINTHIANS 0 X 1 PORTUGUESA - JOGO AMISTOSO

São Paulo - Em meio a protestos contra Adriano e homenagens a Sócrates, a Portuguesa estragou a noite corintiana e venceu por 1 a 0 o último teste das duas equipes antes da estreia no Campeonato Paulista, sábado. O Corinthians encara o Mirassol, também no Pacaembu e a Lusa pega o Paulista no Canindé. Rafael Oliveira marcou o único gol do jogo, no segundo tempo, quando apenas reservas das duas equipes estavam em campo.

 

Como ocorrera contra o Flamengo, domingo, os reservas do Corinthians caíram de produção e não conseguiram marcar nenhum gol. Desta vez, diferentemente do último jogo, os titulares não conseguiram abrir vantagem e um gol solitário coroou a atual campeã da Série B. Com a vitória, a Portuguesa ficou com o "Troféu Sócrates", desenhado exclusivamente para este amistoso. Os torcedores da equipe do Canindé gritaram "É, campeão" na casa corintiana.

 

O jogo

 

Tite mudou a formação em relação ao time que empatara em 2 a 2 com o Flamengo, domingo, em Londrina. Ele poupou Liedson e Alex para evitar lesões musculares e optou por começar a partida com três atacantes: Willian, Emerson e Elton. Danilo, na vaga de Alex, teve a missão de organizar o time.

 

E diferentemente do que foi visto no primeiro tempo do jogo contra o Flamengo, o Corinthians não conseguiu ser superior ao adversário. Com sua base campeã da Série B, a Portuguesa levou perigo nas jogadas de velocidade. Edno, velho conhecido da torcida corintiana, e Boquita, outro atleta emprestado pelo clube do Parque São Jorge, o time do Canindé criou as principais oportunidades de gol do primeiro tempo.

 

Danilo não conseguiu criar e Elton não desempenhou o papel de artilheiro que o torcedor corintiano se acostumou a ver em Liedson. O ex-vascaíno valorizou a atuação e prometeu melhorar a medida que se entrosar com seus novos companheiros.

 

"Foi só o primeiro jogo, estou me adaptando, e depois dessa pré-temporada, com mais treinos e jogos, o entrosamento vai vir naturalmente", disse o atacante que foi titular porque Adriano foi vetado na véspera da partida.

 

Na volta do intervalo, com 22 substituições, os dois recomeçaram o jogo com o freio de mão puxado e pelos primeiros 20 minutos da segunda etapa nem Corinthians, nem Portuguesa protagonizaram boas jogadas. A primeira boa jogada dos "reservas" foi tramada por Jorge Henrique e Ramon, aos 23 minutos. O lateral-esquerdo acertou um chute com força da entrada da área, mas sem direção.

 

A Portuguesa se acendeu logo depois e aos 29, após boa jogada de Bruninho dentro da área, a bola sobrou para Rafael Oliveira na pequena área. O recém-contratado da Lusa não teve dificuldade para abrir o placar.

 

O gol serviu para animar o Corinthians, que teve no estreante Vitor Junior seu melhor jogador. O meia acertou a trave no primeiro ataque depois do gol sofrido num belo chute de fora da área. Minutos depois, o jogador assustou Calaça mais uma vez com um chute rente à trave. No ataque corintiano, Bill não conseguiu acompanhar a boa atuação de seus parceiros de frente e o jogo terminou assim, com vitória da Portuguesa.

 

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 0 x 1 PORTUGUESA

Local: Estádio do Pacaembu

Data: 18 de janeiro de 2012, quarta-feira

Horário: 21h

Árbitro: Marcelo Rogério (SP)

Público: 9870 pagantes

Renda: R$ 266.220,00

Cartões Amarelos: Julio Cesar, Ramon (COR);Rogério (POR)

Gol: Rafael Oliveira, aos 29 minutos do 2º tempo

 

Corinthians: Julio Cesar (Danilo Fernandes); Alessandro (Welder), Paulo André (Chicão), Leandro Castán (Wallace) e Fábio Santos (Ramon); Ralf (Edenílson), Paulinho (Ramírez) e Danilo (Vitor Junior); Willian (Gilsinho), Emerson (Jorge Henrique) e Élton (Bill). Técnico: Tite.

 

Portuguesa: Wéverton (Calaça); Luís Ricardo (Ivan), Leandro Silva (Gustavo), Renato (Diego) e Marcelo Cordeiro (Rogério); Boquita (Raí), Léo Silva (Bruninho), Henrique(Maílson) e Edno (Jean Mota); Vandinho (Rafael Oliveira) e Rodriguinho (Wilson Junior). Técnico: Jorginho

 

As informações são do repórter Bruno Winckler, do IG

domingo, 15 de janeiro de 2012

Próximo Jogo

Corinthians x Portuguesa
Competição: Amistoso
Data: 18.01.2012 às 21h00
Local: Estádio do Pacaembu (São Paulo-SP)

 

Fonte: http://www.timaoweb.com.br/proximo-jogo/

É CAMPEÃO!!!!

É CAMPEÃO!!!!
25 de janeiro de 2012

#SocratesEterno

#SocratesEterno
A Gazeta do Timão

TORCIDA - HINO


2012/2013

FIFA